Corpo de mulher é encontrado na praia de Jacumã, em Ceará-Mirim

Ana Carla Gregolin Mendes, 38 anos, foi identificada como a vítima encontrada seminu na areia da praia de Jacumã, na manhã deste domingo

Mulher foi encontrado morta na praia de Jacumã, em Ceará-Mirim, região metropolitana de Natal no Rio grande do Norte ( Foto: Arquivos Mundial )

Na manhã deste domingo (23), o corpo de uma mulher seminua foi encontrado na praia de Jacumã, em Ceará-Mirim, região metropolitana de Natal no Rio grande do Norte. A Polícia Militar foi acionada por volta das 8h, após uma testemunha relatar que seu marido havia encontrado o corpo na beira da praia, vestindo apenas a parte baixa do biquíni.

Corpo encontrado por volta das 8h

De acordo com a testemunha, o corpo parecia pertencer a uma mulher de pele clara, cabelo castanho comprido, magra, e com idade entre 30 e 35 anos. A ausência de sinais visíveis de violência chamou a atenção da polícia. A equipe do 16º Batalhão da Polícia Militar foi imediatamente ao local, confirmou a presença do cadáver e acionou o Instituto Técnico-Científico de Perícia (Itep) e a Delegacia de Plantão Norte da Polícia Civil.

Identificação da vítima

O corpo foi recolhido pelo Itep e, posteriormente, identificado como Ana Carla Gregolin Mendes, de 38 anos, natural do Rio de Janeiro. Não foi possível confirmar se Ana Carla era residente do Rio Grande do Norte ou uma turista em visita à região. Dados coletados pelo Itep indicam que a vítima havia completado 38 anos recentemente, no dia 12 de junho.

Causa preliminar da morte

A causa preliminar da morte foi determinada como afogamento. Esta informação foi confirmada pelo Itep, que segue investigando os detalhes das circunstâncias que levaram ao trágico falecimento de Ana Carla Gregolin Mendes.

Investigação e procedimentos

A Delegacia de Plantão Norte da Polícia Civil está à frente das investigações. A polícia está buscando informações adicionais que possam esclarecer os eventos que causaram a morte da mulher. Apesar de não haver sinais de violência aparente, a investigação não descarta nenhuma hipótese neste estágio inicial.

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *