Pai de santo é acusado de estuprar quatro mulheres durante rituais em SP

Heraldo Lopes (Foto: reprodução | Instagram)

O pai de santo Heraldo Lopes, popularmente conhecido como Pai Guimarães de Ogum se tornou réu pela acusação de ter estuprado quatro mulheres durante supostas sessões espirituais, entre 2011 e 2016, em São Paulo.

A juíza Manoela Assef Silva entendeu que há indícios de que Pai de santo tenha cometido estupro de vulnerável contra quatro das vítimas, uma delas tinha 14 anos. Mas encaminhou as outras duas denúncias de estupro a uma vara diferente. A 16ª Vara só atua em casos de crimes se**** contra vulneráveis. Manoela rejeitou ainda a denúncia contra uma outra vítima.

De acordo com o portal de notícias G1, mulheres que dizem ter sido vítimas dos supostos abusos cometidos pelo pai de santo. Elas contaram ter procurado o grupo de Acolhimento de Vítimas, Análise e Resolução de Conflitos (Avarc) do Ministério Público para acusar o pai de santo de se valer da sua posição de sacerdote espiritual para cometer os estupros de vulneráveis.

As mulheres disseram ainda que Heraldo exercia domínio psicológico, deixando-as vulneráveis a ponto de se sentirem obrigadas a manter relações sexuais com ele, achando que estivessem se relacionando com uma entidade incorporada por ele. Fonte: G1

Leave a Reply

O seu endereço de e-mail não será publicado.