Mãe de luto passa quinze dias vivendo com menininha morta – até andando com ela no carrinho

ADVERTÊNCIA – CONTEÚDO INFERIOR: Emma Woodhouse, 27, de Lancaster,Lancs, deu à luz aos gêmeos Jessica e Bella em junho deste ano por umacesariana de emergência realizada às 29 semanas – mas Jessica foi tragicamentenatimorta

Uma mãe de coração partido passou duas semanas morando com sua filha morta – até mesmo levando-a para passear em seu carrinho.

Emma Woodhouse, 27 anos, deu à luz aos gêmeos Jessica e Bella em junho deste ano.

Uma cesariana de emergência foi realizada 29 semanas após o rompimento do cordão umbilical de Jessica no útero.

Bella milagrosamente sobreviveu ao nascimento traumático, mas Jessica foi tragicamente natimorta, apesar dos médicos lutarem por 22 minutos para ressuscitá-la.

Mas graças a um berço refrigerante, a mãe de cinco foi capaz de trazer Jessica para casa e passar uma quinzena cuidando de sua filha, tomando banho, levando-a para passear com seu marido Paul e até mesmo a apresentando a outras crianças antes de sua cremação. .

Emma, ​​que acredita que Jessica morreu para salvar sua irmã gêmea, até planeja comprar presentes de Natal e uma meia para o bebê este ano.

emma, ​​de Lancaster, Lancs, disse: “Desde o momento em que Jessica nasceu eu me apaixonei por ela, ela parecia tão perfeita.

“Passar quinze dias com ela e sua irmã foi tão maravilhoso.

“Queremos mostrar às pessoas que é possível passar um tempo com seu bebê depois que elas passam e fazer memórias com elas.

“Isso não deveria ser um assuntotão tabu.

“Seu rosto era tão perfeito que eu não queria deixá-la sozinha.

“Embora ela tenha falecido, ela é minha filha e eu queria passar o maior tempo possível com ela.”

Emma teve uma gravidez de alto risco porque ela tem um útero raro em forma de coração, o que significa que seus gêmeos estavam em risco de nascer prematuramente.

Depois de entrar em trabalho de parto em casa, com apenas 29 semanas, Emma foi levada para a Royal Lancaster Infirmary para uma cesariana de emergência.

Os médicos conseguiram entregar Bella com segurança, mas não conseguiram ressuscitar Jessica.

Emma recebeu a notícia comovente do marido Paul de que uma de suas garotas não tinha conseguido.

Ela disse: “Foi incrível descobrir que eu teria gêmeos como sempre desejei.

“Mas me senti estranha por quatro semanas depois que descobri que estava grávida, o que foi muito cedo.

“A gravidez pareceu diferente e o tempo todo eu estava em pânico que algo estava errado.

“Durante a cesariana foi muito assustador, meu marido nem sequer foi autorizado a entrar.

“Imediatamente depois perguntei se ela estava bem.

“Paul olhou para mim e disse que eles salvaram Bella, mas não puderam salvar Jessica.

“Ser dito que ela tinha ido embora era terrível, parecia que não era real e que eu estava em um pesadelo.

“É o sentimento mais estranho. Você tem toda a alegria de um recém-nascido, mas também a devastação da perda de um recém-nascido.

“Fiquei em choque por um longo tempo.”

Depois de ouvir a trágica notícia, o casal foi transferido para uma suíte de luto no hospital com uma cama fria.

mma e Paul puderam passar uma preciosa quinzena visitando a filha todos os dias, passando tempo com ela e levando-a para passear nos terrenos do hospital.

Eles até introduziram Jessica na irmã gêmea Bella enquanto ela ainda estava em uma incubadora, colocando os dois lado a lado.

O casal também foi capaz de apresentar seus outros filhos, os irmãos Jack, cinco, e Mikey, quatro, e a irmã Nicole, dois, com sua irmãzinha.

Durante a segunda semana, as enfermeiras permitiram que Emma e Paul colocassem Jessica em uma cesta de Moisés no necrotério do hospital, a fim de evitar que sua pele se deteriorasse.

Emma disse: “Mantivemos nela uma cesta de Moisés no necrotério para que ela não ficasse azul.

“A equipe foi incrível, todos eles foram especialmente treinados e tentaram nos dar tantas oportunidades quanto possível para fazer memórias com ela.

“Eles nos deram tanto tempo quanto quiséssemos.

“Nós trouxemos Jack para conhecê-la.

Jack é muito crescido, mas eu não acho que ele entendeu que eu estava no hospital.

“Eu disse a ele que Bella e Jessica tinham chegado cedo e então explicado a ele que ela tinha ido para o céu.

“Ele ficou chateado e, em seguida, ele a abraçou, abraçou-a e brincou com as mãos e os pés. Foi lindo de ver.

“Não tínhamos certeza sobre as outras crianças e a parteira disse para trazê-las para brincar perto dela

“Foi adorável, as crianças brincaram e correram em volta dela e se inclinaram e olharam para ela.”

Duas semanas após seu nascimento, o casal vestiu Jessica pela última vez antes de sua cremação.

Emma e Paul escolheram um vestido especial para a menina e lavaram-na.

Emma disse: “Eu lavei sua pele e seu cabelo e foi como lavar qualquer outro dos meus filhos.

“Nós tiramos algumas fotos de Jessica e Bella juntas e então a mulher do diretor da funerária veio buscá-la.

“Pareceu completo colocá-los juntos quando consegui segurar os dois. Pareceu certo.

O casal colocou as cinzas de Jessica em seu quarto e disse que ela está em seus pensamentos constantemente.

Eles também tiveram todos os seus filhos fotografados com a urna de suas irmãs e até vão comprar uma meia para ela neste Natal.

Emma também acha que Jessica morreu para salvar sua irmã Bella devido ao rompimento de umbilical de Jessica, fazendo Emma entrar em trabalho de parto cedo. Sem isso, a deterioração do cordão umbilical de Bella não teria sido encontrada pelo médico e ela pode ter morrido também.

Nós a incluímos em tudo que fazemos porque queremos manter sua memória viva.

“Queremos mantê-la incluída em tudo.

“Jessica deu vida a Bella e nós vemos muito dela em Bella. Sempre que vejo Bella, vejo Jessica também.