Casal enterra nora viva para ficar com a guarda dos netos

O corpo de Marcia Martins Miranda, 41 anos, foi encontrado embaixo de uma laje de concreto em uma casa abandonada um mês depois que ela desapareceu em São Paulo, Brasil

 Um casal de idosos foi preso por supostamente enterrar sua nora viva e depois esconder seu corpo para garantir que seu filho conseguisse a custódia de seus netos.

O corpo da vítima, batizado de Marcia Martins Miranda, de 41 anos, teria sido encontrado em uma casa abandonada na área de Rio Pequeno, na cidade de São Paulo.

A casa onde seu corpo foi encontrado teria sido alugada por seus sogros, Fernando Antônio Martins de Oliveira, 62, e Maria Izilda Pereira Miranda, 60 anos.Miranda, uma assistente social, estava desaparecida há mais de um mês antes de seu corpo ser encontrado.

Investigadores acreditam que os suspeitos a convidaram para criar uma conta bancária para seus netos e a levaram até a casa que estavam alugando para falar sobre os detalhes.

O investigador Mario Sergio de Oliveira Pinto disse: “Ela foi convencida a entrar no carro e ver a casa.

“Eles entraram em casa e, provavelmente, no quarto dos fundos, atacaram a vítima com um golpe na cabeça, de onde ela poderia ter sido enterrada viva ou asfixiada.”

Pinto disse acreditar que os sogros tenham “absolutamente” premeditado o crime, dizendo que eles “cavaram fundo” e colocaram uma laje de concreto em cima do corpo, depois de enterrada.

O corpo foi encontrado em um saco plástico.

Os suspeitos supostamente começaram a alugar a casa por volta de 12 dias antes de a vítima desaparecer.

Fontes do Departamento de Homicídios e Proteção de Pessoas do Estado (DHPP) dizem que os suspeitos estavam obcecados com os netos.

Eles decidiram matar a vítima depois que ela disse que ia se separar do marido e levar os filhos, um menino de quatro anos e uma menina de nove meses.

Investigadores estão aguardando exames pós-morte para determinar a causa exata da morte.

Ambos os suspeitos permanecem detidos e os investigadores dizem que o filho, o marido da vítima, não esteve envolvido no crime.

O casal nega as acusações.

Não está claro se os suspeitos foram acusados ​​e a investigação está em andamento.